(12) 3849-8378 / 3849-8408 (12) 99787-2442
Av. Marginal, 899 - Maranduba
Ubatuba - SP
(12) 3849-8378 / 3849-8408
(12) 99787-2442
Av. Marginal, 899 - Maranduba
Ubatuba - SP

Atrações

A região onde a o pousada está localizada reservas muitos atrativos que iram tornar a sua estada ainda mais inesquecível, selecionamos abaixo alguns deles.

Baia do Mar Virado

A baía do Mar Virado nos oferece uma vista única: o mar, quase sempre calmo, está pontilhado de ilhas entre as quais a ilha Maranduba com sua praia paradisíaca, bem em frente ao hotel.

Pode-se alcançar a ilha Maranduba em 20 minutos remando caiaques ou barcos da pousada, ou comprando passeios de escuna e ''banana bolt'', disponíveis pela praia.

Bem no meio da praia da Maranduba, outra atração chama atenção da garotada: o Tobocean, um tobogã flutuante com escorregadores e trampolins.

Além das praias, trilhas e cachoeiras, a Baía do Mar Virado conta com outras atrações exóticas como as Ruínas da Lagoinha, onde suas construções abandonadas são patrimônio histórico do município e, claro, da natureza. Ou atrações religiosas como o Castelo dos Arautos do Evangelho, onde missas tradicionais com cantos gregorianos e parte da celebração em latim são realizadas todos os domingo.

Baia do Mar Virado

A baía do Mar Virado nos oferece uma vista única: o mar, quase sempre calmo, está pontilhado de ilhas entre as quais a ilha Maranduba com sua praia paradisíaca, bem em frente ao hotel.

Pode-se alcançar a ilha Maranduba em 20 minutos remando caiaques ou barcos da pousada, ou comprando passeios de escuna e ''banana bolt'', disponíveis pela praia.

Bem no meio da praia da Maranduba, outra atração chama atenção da garotada: o Tobocean, um tobogã flutuante com escorregadores e trampolins.

Além das praias, trilhas e cachoeiras, a Baía do Mar Virado conta com outras atrações exóticas como as Ruínas da Lagoinha, onde suas construções abandonadas são patrimônio histórico do município e, claro, da natureza. Ou atrações religiosas como o Castelo dos Arautos do Evangelho, onde missas tradicionais com cantos gregorianos e parte da celebração em latim são realizadas todos os domingo.

Ilha Anchieta

Mais longe em relação à ilha do Mar Virado e outras ilhotas, no horizonte a maior de todas, a ilha dos Porcos (como é chamada pelos moradores) também conhecida como ilha Anchieta que guarda as ruínas de um antigo presídio abandonado desde os anos 50, após uma sangrenta revolta que culminou em terrível incêndio. Os moradores e marinheiros da região contam e encantam com os mistérios e curiosidades sobre todo o presídio e a ilha.

A Ilha Anchieta é a segunda maior do litoral norte paulista e nela se encontram inúmeras trilhas para explorar a natureza local, cachoeiras para mergulhar, além de praias belíssimas. O Parque Estadual da Ilha Anchieta, criado para a proteção da região, abrange quatro praias: a praia do leste, do sul, praia grande e a praia do presídio – a principal da ilha.

A recepção da Pousada Maranduba pode organizar um passeio de escuna até ilha Anchieta. Conheça a Praia das Sete Fontes, a Ilha Anchieta e visite às ruínas do presídio sob a orientação de guias especializados. As escunas, dotadas de serviço de bordo, partem do porto turístico do Saco da Ribeira a 12 km da pousada em direção à Ubatuba.

Ilha Anchieta

Mais longe em relação à ilha do Mar Virado e outras ilhotas, no horizonte a maior de todas, a ilha dos Porcos (como é chamada pelos moradores) também conhecida como ilha Anchieta que guarda as ruínas de um antigo presídio abandonado desde os anos 50, após uma sangrenta revolta que culminou em terrível incêndio. Os moradores e marinheiros da região contam e encantam com os mistérios e curiosidades sobre todo o presídio e a ilha.

A Ilha Anchieta é a segunda maior do litoral norte paulista e nela se encontram inúmeras trilhas para explorar a natureza local, cachoeiras para mergulhar, além de praias belíssimas. O Parque Estadual da Ilha Anchieta, criado para a proteção da região, abrange quatro praias: a praia do leste, do sul, praia grande e a praia do presídio – a principal da ilha.

A recepção da Pousada Maranduba pode organizar um passeio de escuna até ilha Anchieta. Conheça a Praia das Sete Fontes, a Ilha Anchieta e visite às ruínas do presídio sob a orientação de guias especializados. As escunas, dotadas de serviço de bordo, partem do porto turístico do Saco da Ribeira a 12 km da pousada em direção à Ubatuba.

Aldeia Boa Vista

A Aldeia Boa Vista é mais um inédito passeio em Ubatuba para se fazer. A comunidade, com mais de 110 índios, oferece atrativos turísticos, como a cultura da tribo, artesanato, músicas, apresentações de grupo, palestras, entre outras coisas!

Para a visitação é necessário agendamento prévio, com a própria comunidade, e as visitas estão abertas de quinta a domingo das 9h às 17h.

A aldeia fica no bairro Prumirim, perto também da cachoeira Prumirim, e para chegar até o local é necessário fazer pequenas trilhas – acompanhadas por guias locais.

Aldeia Boa Vista

A Aldeia Boa Vista é mais um inédito passeio em Ubatuba para se fazer. A comunidade, com mais de 110 índios, oferece atrativos turísticos, como a cultura da tribo, artesanato, músicas, apresentações de grupo, palestras, entre outras coisas!

Para a visitação é necessário agendamento prévio, com a própria comunidade, e as visitas estão abertas de quinta a domingo das 9h às 17h.

A aldeia fica no bairro Prumirim, perto também da cachoeira Prumirim, e para chegar até o local é necessário fazer pequenas trilhas – acompanhadas por guias locais.

Ubatuba

Localizada entre o mar e as montanhas, no litoral norte de São Paulo, e fazendo divisa com o Rio de Janeiro, está Ubatuba, célebre local da paz de Iperoig em 14 de setembro de 1563 simbolizada pelo cruzeiro de Anchieta.

Cercada pela Serra do Mar, recoberta por um dos mais importantes e bem preservados remanescentes de Mata Atlântica no Estado. Cerca de 80% do território do município estão dentro dos limites do Parque Estadual da Serra do Mar. São 73 praias em 106km de litoral, alternadas por extensos costões rochosos e mais de 80% de área preservada.

O centro de Ubatuba se encontra 30 km ao leste da pousada e nele ainda se conservam algumas construções do período colonial como a igreja matriz e a cadeia velha reformada em 1903 por Euclides da Cunha, além de atrações mais modernas como o Aquário de Ubatuba e o Projeto Tamar.

No caminho para Ubatuba podem-se apreciar belas praias e pontos pitorescos como a gruta que chora na praia da Sununga, o parque natural da Ponta Grossa com a gruta das andorinhas e o farol, e a cachoeira do Ipiranguinha no horto florestal.

Ubatuba

Localizada entre o mar e as montanhas, no litoral norte de São Paulo, e fazendo divisa com o Rio de Janeiro, está Ubatuba, célebre local da paz de Iperoig em 14 de setembro de 1563 simbolizada pelo cruzeiro de Anchieta.

Cercada pela Serra do Mar, recoberta por um dos mais importantes e bem preservados remanescentes de Mata Atlântica no Estado. Cerca de 80% do território do município estão dentro dos limites do Parque Estadual da Serra do Mar. São 73 praias em 106km de litoral, alternadas por extensos costões rochosos e mais de 80% de área preservada.

O centro de Ubatuba se encontra 30 km ao leste da pousada e nele ainda se conservam algumas construções do período colonial como a igreja matriz e a cadeia velha reformada em 1903 por Euclides da Cunha, além de atrações mais modernas como o Aquário de Ubatuba e o Projeto Tamar.

No caminho para Ubatuba podem-se apreciar belas praias e pontos pitorescos como a gruta que chora na praia da Sununga, o parque natural da Ponta Grossa com a gruta das andorinhas e o farol, e a cachoeira do Ipiranguinha no horto florestal.

Aquário de Ubatuba

Um verdadeiro paraíso para conhecer a biodiversidade e a beleza que reinam no fundo do mar, o aquário de Ubatuba existe desde 1996 e foi fundado por um grupo de oceanólogos.

Abriga cerca de 130 espécies marinhas e mais de 700 animais. Foi primeiro no Brasil a ter um tanque de toque, que estimula a interação entre as pessoas e os seres marinhos.

O Aquário é certamente um dos passeios em Ubatuba, que encanta crianças e adultos. Os visitantes podem conhecer também o primeiro aquário de águas vivas do país.

Aquário de Ubatuba

Um verdadeiro paraíso para conhecer a biodiversidade e a beleza que reinam no fundo do mar, o aquário de Ubatuba existe desde 1996 e foi fundado por um grupo de oceanólogos.

Abriga cerca de 130 espécies marinhas e mais de 700 animais. Foi primeiro no Brasil a ter um tanque de toque, que estimula a interação entre as pessoas e os seres marinhos.

O Aquário é certamente um dos passeios em Ubatuba, que encanta crianças e adultos. Os visitantes podem conhecer também o primeiro aquário de águas vivas do país.

Projeto Tamar

O Projeto Tamar é um dos passeios em Ubatuba que todo turista deveria fazer. No local, há cinco espécies de tartarugas marinhas protegidas de extinção, que se alimentam e se reproduzem no litoral brasileiro.

Na base do projeto é possível conhecê-las em tanques e aquários e entender como a equipe do Tamar tenta evitar o desaparecimento das espécies. Seja em em família ou sozinho, vale a pena a visita!

O local abre de domingo a quinta-feira das 10h às 18h, já nas sexta-feiras, sábados, feriados ou férias escolares o funcionamento é das 10h às 20h.

Projeto Tamar

O Projeto Tamar é um dos passeios em Ubatuba que todo turista deveria fazer. No local, há cinco espécies de tartarugas marinhas protegidas de extinção, que se alimentam e se reproduzem no litoral brasileiro.

Na base do projeto é possível conhecê-las em tanques e aquários e entender como a equipe do Tamar tenta evitar o desaparecimento das espécies. Seja em em família ou sozinho, vale a pena a visita!

O local abre de domingo a quinta-feira das 10h às 18h, já nas sexta-feiras, sábados, feriados ou férias escolares o funcionamento é das 10h às 20h.

Cadeia Velha - Museu Histórico Washington de Oliveira

Esse é um dos passeios em Ubatuba que não pode faltar em seu roteiro. A Cadeia Velha, projetada por Euclides da Cunha, é uma das primeiras construções modernas da cidade litorânea.

Tombada como Patrimônio Histórico do município desde 2001, hoje o prédio é sede do Museu Histórico de Ubatuba. Seu acervo é recheado de móveis, documentos e diversos materiais arqueológicos que contam a história da região e seus moradores.

O local é conhecido como Museu Histórico Washington de Oliveira e fica no centro da cidade. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 09 às 17h. E o melhor, a entrada é franca!

Cadeia Velha - Museu Histórico Washington de Oliveira

Esse é um dos passeios em Ubatuba que não pode faltar em seu roteiro. A Cadeia Velha, projetada por Euclides da Cunha, é uma das primeiras construções modernas da cidade litorânea.

Tombada como Patrimônio Histórico do município desde 2001, hoje o prédio é sede do Museu Histórico de Ubatuba. Seu acervo é recheado de móveis, documentos e diversos materiais arqueológicos que contam a história da região e seus moradores.

O local é conhecido como Museu Histórico Washington de Oliveira e fica no centro da cidade. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 09 às 17h. E o melhor, a entrada é franca!

Trilhas Ecológicas - Trilha das 7 Praias

A partir da pousada podem-se percorrer algumas trilhas na mata tropical, acompanhando costões e atingindo deliciosas praias isoladas. Dentre elas, a principal certamente é a Trilha das 7 Praias.

Encravado em um braço de mata atlântica que toca o mar, a trilha revela mirantes e praias maravilhosas, passando por vilas de pescadores e margeando a costeira da Enseada do Mar Virado. O percurso têm início na Praia da Lagoinha e segue para a Praia do Oeste e do Perez, seguindo para a Praia do Bonete ou Bonetinho e, em seguida para a Praia Grande do Bonete. As próximas praias do percurso são a Praia Deserta e a Praia do Cedro, que são as mais belas e exuberantes praias de todo o passeio, a travessia continua em direção a Praia da Fortaleza, ponto final do passeio.

É recomendado que o participante tenha um pouco de condicionamento físico, apesar da travessia ser considerada de nível fácil, recomendamos que você seja praticamente de alguma atividade cardiovascular. É importante não esquecer: dinheiro em espécie (para eventualidade de algum local não aceitar cartões), tênis ou papete confortável; roupa confortável; protetor solar; óculos escuro e toalha de banho.

Trilhas Ecológicas - Trilha das 7 Praias

A partir da pousada podem-se percorrer algumas trilhas na mata tropical, acompanhando costões e atingindo deliciosas praias isoladas. Dentre elas, a principal certamente é a Trilha das 7 Praias.

Encravado em um braço de mata atlântica que toca o mar, a trilha revela mirantes e praias maravilhosas, passando por vilas de pescadores e margeando a costeira da Enseada do Mar Virado. O percurso têm início na Praia da Lagoinha e segue para a Praia do Oeste e do Perez, seguindo para a Praia do Bonete ou Bonetinho e, em seguida para a Praia Grande do Bonete. As próximas praias do percurso são a Praia Deserta e a Praia do Cedro, que são as mais belas e exuberantes praias de todo o passeio, a travessia continua em direção a Praia da Fortaleza, ponto final do passeio.

É recomendado que o participante tenha um pouco de condicionamento físico, apesar da travessia ser considerada de nível fácil, recomendamos que você seja praticamente de alguma atividade cardiovascular. É importante não esquecer: dinheiro em espécie (para eventualidade de algum local não aceitar cartões), tênis ou papete confortável; roupa confortável; protetor solar; óculos escuro e toalha de banho.

Paraty

Cidade histórica tombada e considerada monumento nacional, Paraty está a 100 km da Pousada Maranduba na direção leste. Frequentar o litoral norte de São Paulo e não conhecer Paraty seria imperdoável, visto tratar-se de um raro exemplo de bem conservada cidade portuária colonial portuguesa do século XVIII.

Isto se deve ao fato de Paraty ter permanecido isolada por falta de estradas durante quase dois séculos. A cidade somente foi redescoberta durante os anos 70 com a abertura da rodovia Rio Santos.

Se a visão de Paraty e da Baía Grande é encantadora, a estrada litorânea a ser percorrida também proporciona vistas extraordinárias de belas praias, da costa e de uma infinidade de ilhas.

No caminho podem ser apreciadas cachoeiras naturais, como a de Prumirim e a da Escada, e uma antiga casa de farinha, na fazenda Picinguaba, maravilhosamente restaurada e ainda utilizada pelos caiçaras e índios da região.

Paraty

Cidade histórica tombada e considerada monumento nacional, Paraty está a 100 km da Pousada Maranduba na direção leste. Frequentar o litoral norte de São Paulo e não conhecer Paraty seria imperdoável, visto tratar-se de um raro exemplo de bem conservada cidade portuária colonial portuguesa do século XVIII.

Isto se deve ao fato de Paraty ter permanecido isolada por falta de estradas durante quase dois séculos. A cidade somente foi redescoberta durante os anos 70 com a abertura da rodovia Rio Santos.

Se a visão de Paraty e da Baía Grande é encantadora, a estrada litorânea a ser percorrida também proporciona vistas extraordinárias de belas praias, da costa e de uma infinidade de ilhas.

No caminho podem ser apreciadas cachoeiras naturais, como a de Prumirim e a da Escada, e uma antiga casa de farinha, na fazenda Picinguaba, maravilhosamente restaurada e ainda utilizada pelos caiçaras e índios da região.

Fazenda Bananal

A 6 km de Paraty, na estrada para Cunha, está a famosa fazenda Bananal. Atualmente, ela é fruto de um trabalho minucioso de restauração e reflorescimento das áreas de floresta e plantio, onde reinam dois princípios: o da Preservação e Educação Infantil para um futuro sustentável.

Essas terras, que viram índios traçar sua principal trilha de acesso ao interior, os ciclos do açúcar, do ouro e café, da cachaça e da farinha e a decadência e o renascer de Paraty, tem bastante história para contar. Faziam parte do território dos índios Guaianás que aqui caçavam e colhiam seus alimentos. A Estrada Real que passa na parte de baixo da fazenda era parte da trilha dos Guaianás que ligava o litoral ao Vale do Paraíba, a Fazenda Bananal era conhecida como “Três Fazendas”: Bananal de Cima (próxima ao caminho do Ouro, possuía a Casa do Senhor); a Bananal do Meio (onde habitavam os escravos) e Bananal de Baixo.

Atualmente no espaço são realizadas atividades educacionais demonstrando alternativas sustentáveis de produção de alimentos em sintonia com o meio ambiente, e ainda se conectando com a comunidade local.

Atividades: Observação de Aves, Técnicas de Construção Sustentável, Agrofloresta, Horta Educacional, Atividades no Curral, Galinheiro e Capril.

Horários - Previamente agendado com grupos às 09:00 e às 15:00.

Fazenda Bananal

A 6 km de Paraty, na estrada para Cunha, está a famosa fazenda Bananal. Atualmente, ela é fruto de um trabalho minucioso de restauração e reflorescimento das áreas de floresta e plantio, onde reinam dois princípios: o da Preservação e Educação Infantil para um futuro sustentável.

Essas terras, que viram índios traçar sua principal trilha de acesso ao interior, os ciclos do açúcar, do ouro e café, da cachaça e da farinha e a decadência e o renascer de Paraty, tem bastante história para contar. Faziam parte do território dos índios Guaianás que aqui caçavam e colhiam seus alimentos. A Estrada Real que passa na parte de baixo da fazenda era parte da trilha dos Guaianás que ligava o litoral ao Vale do Paraíba, a Fazenda Bananal era conhecida como “Três Fazendas”: Bananal de Cima (próxima ao caminho do Ouro, possuía a Casa do Senhor); a Bananal do Meio (onde habitavam os escravos) e Bananal de Baixo.

Atualmente no espaço são realizadas atividades educacionais demonstrando alternativas sustentáveis de produção de alimentos em sintonia com o meio ambiente, e ainda se conectando com a comunidade local.

Atividades: Observação de Aves, Técnicas de Construção Sustentável, Agrofloresta, Horta Educacional, Atividades no Curral, Galinheiro e Capril.

Horários - Previamente agendado com grupos às 09:00 e às 15:00.